Ângela Faria de Paula Lima

Nada se torna realidade antes que um dia tenha sido sonho

Textos


ESTRELA MATUTINA
 
Muito prazer! Eu sou aquela estrela
Matutina, que te espera nascer!
Mas da lua, só tens olhos p’ra vê-la
E não vês que estou no alvorecer...
 
Não entendo porque olhas a lua!
 - No fim do dia está o fenecer! -
E que e à noitinha, já não mais atuas
E pouco encanto tenhas p’ra verter....
 
Enquanto isso, estrela matutina,
Espero-te no teu momento agudo
Da luz, deixando-me em espanto mudo!
 
Mas não me vês. Só tens olhos p’ra lua
Que espalha apenas sombra pela rua
Enquanto o aguardo em solitária sina!....
19/07/2017
 
Ângela Faria de Paula Lima

Interação ao soneto de Silva Filho MEU ADEUS
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/6037435

 
ÂNGELA FARIA DE PAULA LIMA
Enviado por ÂNGELA FARIA DE PAULA LIMA em 19/07/2017
Alterado em 19/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Angela Faria de Paula Lima-MG). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras