Ângela Faria de Paula Lima

Nada se torna realidade antes que um dia tenha sido sonho

Textos


PRIMEIRO DE JULHO DE 2001
 
Eu bem me lembro pai, foi neste dia
Que tu partiste para a Eternidade!
Deixando-me imensa nostalgia
E em meu coração, dura saudade...
 
Não merecias sofrer nem um segundo
A tristeza e a dor da enfermidade
Pois não houve ninguém mais nesse mundo
Que merecesse a felicidade...
 
Partistes, sem alarde, de mansinho
E eu perto de ti, sentindo a agrura
Mas firme, e repleta de ternura
 
Tinha chegado tua hora, e eu sabia
Que levarias também minha alegria
Mas deixaria tua luz em meu caminho...
01/07/2017
 
Ângela Faria de Paula Lima
 
ÂNGELA FARIA DE PAULA LIMA
Enviado por ÂNGELA FARIA DE PAULA LIMA em 01/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Angela Faria de Paula Lima-MG). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras