Ângela Faria de Paula Lima

Nada se torna realidade antes que um dia tenha sido sonho

Textos


FUGIDIA LUZ
 
Sem os sorrisos, que já desgastados,
Não mais estampam as minhas quimeras
Deixei de lado meus sonhos sonhados
E já não vivo mais as primaveras!....
 
Já não cultivo as minhas ilusões
Desde que se apagaram os teus risos,
Tornando foscas minhas emoções
Que um dia foram delirantes guizos...
 
Desceram sombras desse desamor...
Meu coração sucumbe entre atropelos
Na falta de teus tão gratos desvelos...
 
À sombra do infortúnio e da dor
Sem ti a vida vai findando aos poucos
Fugindo a luz, em pesadelos loucos....
24/06/2017
 
Ângela Faria de Paula Lima

 
Interação ao soneto de Jerson Brito LEMBRANÇAS FOSCAS
http://www.recantodasletras.com.br/sonetos/6035615
 
ÂNGELA FARIA DE PAULA LIMA
Enviado por ÂNGELA FARIA DE PAULA LIMA em 24/06/2017
Alterado em 24/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Angela Faria de Paula Lima-MG). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras